jueves, 29 de marzo de 2012

Sin alas

“ De uma vez só perdi a mulher que eu amava e a capacidad de voar”

No hay comentarios: